Home / Batalha Espiritual

Batalha Espiritual

GUERRA ESPIRITUAL

Pr. Joaquim de Andrade

Introdução:

“Há dois erros iguais e contrários em que nossa raça pode cair com respeito aos diabos. Um é não acreditar na sua existência. O outro é acreditar e sentir um interesse excessivo e insalubre neles.” (C.S. Lewis, Screwtape Letters, p.3)

“Para que Satanás não alcance vantagem sobre nós, pois não lhe ignoramos os desígnios.”(2 Co 2:11)

I – QUEM É O INIMIGO: Satanás e seus anjos

A.) Terminologia bíblica: Satanás é achado em 7 livros do A.T., e por cada autor do N.T.:

Satanás: a.) A.T. hb. satan, “adversário” do verbo “ficar em emboscada (como inimigo); opor-se” ; satã é usado 15 de 23 vezes para a pessoa de Satanás.

b.) N.T. gg. satanás é quase sempre o grande adversário de Deus e do homem – o Diabo; das 36 vezes, só três não se referem absolutamente à pessoa de Satanás. (Mt 16:23; Mc 8:33: Jo 6:70).

Diabo: gg. diábolos, 33 vezes, “caluniador, difamador”.

Outros nomes de Satanás: Nos nomes vemos o caráter de Satanás:

# “O grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e Satanás,

# ” o sedutor de todo mundo” Ap. 12:9;

# ” acusador dos nossos irmãos , Ap.12:10:

# ” Lúcifer ou “a estrela da manhã” Is.14:12 (cf. 2 Co 11:14: anjo de luz)

# ” Belzebu” maioral dos demônios – Mt 12:24

# ” Maligno” Mt 13:38

# ” Belial ” – “sem lei; anárquico; desordenado” 2 Co 6:15

# ” Tentador” – Mt 4:3; 1 Ts 3:5

# ” Inimigo” Mt 13:28,29

# ” Homicida” Jo 8:44

# ” o Pai da mentira” Jo 8:44

# ” o deus deste século ” – 2 Co 4:4

# ” o Príncipe da potestade do ar” Ef. 2:2

# ” o Príncipe deste mundo” Jo 14:30; 16:11

# ” Abadom (Hb); Apoliom (gg) Ap. 9:11

destruidor; exterminador” (Abadom = sheol ou hades 3 vezes; a morte 2 vezes; provavelmente aqui “o anjo do abismo”, o rei dos demônios.

Demônios, gg. daímon 5 vezes: daimónion 60 vezes vb. daimonízomai 13 vezes: fora de 10 vezes, todos os usos ficam nos Evangelhos. Geralmente = seres espirituais e maus (às vezes, deuses dos pagãos); provavelmente os demônios sãos os anjos de Satanás que caíram com ele.

a.) Os demônios tem personalidade; inteligência (2 Co 11:3); vontade (2 Tm 2:26); emoções (Ap 12:17)

b.) Eles sabem da sua condenação (Mt 8:29; Lc 8:28-31)

c.) Alguns já estão encarcerados no abismo e alguns destes serão libertados na grande tribulação ( 2 Pe 2:4; Jd 6; Ap 9:14; 16:14: Lc 8:31, etc.)

d.) Eles conhecem a Jesus (Mt 8:29: Mc 1:24)

e.) Eles tem suas doutrinas e promovem doutrinas falsas ( 1Tm 4:1-3)

f.) Podem habitar em homens e animais (Mc 4:24; 5:13)

g.) Eles podem causar doenças (Mt 9:33; cf. Jo 2:7)

h.) Alguns poderosos enganam as nações (Dn 10:13; Ap 16:13,14; Is 24:21)

B. Caráter e Atividade de Satanás:

1.) A pessoa de Satanás (Ez 28:12,17; Is 14:12-15)

a.) No mundo antigo, um rei freqüentemente foi deificado e visto como o mediador entre a sua cidade-país (i.é., Tiro, Babilônia, Roma) e o deus nacional. Nestas passagens, os profetas falam não somente ao rei, mas ao deus-espírito atrás do rei.

b.) Satanás foi criado “querubim da guarda ungido, o sinete da perfeição, formoso, poderoso, mas finito.

c.) Ele caiu por causa do orgulho (Is. 14:12-14; Ez 28:15-17 cf.. I Tm 3:6)

d.) O que Satanás tem, é dado, permitido e limitado pelo Deus soberano. “O Diabo acha que ele está livre; mas ele tem um freio na boca e Deus segura as rédeas”(B.B. Warfield).

2.) Posição de Satanás:

a.) Ele ainda tem acesso ao trono de Deus . (Jo 1:6; 2:1; Zc 3:1-6; Lc 22:31; Ap 12:7-10)

b.) Ele reina sobre a hierarquia dos demônios. (Mt 25:4; Ef 6:12: Ap 12:7)

c.) Ele reina sobre este mundo. (Lc 4:5,6; 2 Co 4:3;4; Ef 2:1-3; I Jo 5:19-20)

3.) Atividade do Diabo e seus anjos:

a.) Tentar: (Gn 3:1; Mt 4:11; 16:23; Lc 22:31; At 5:3; I Co 7:5; I Tm 3:6,7; I Jo 2:16)

b.) Confundir, enganar, contrafazer, imitar ( I Co 10:20; 2 Co 4:3,4; 11:13-15 (anjo de luz); 2 Ts 2:9; Ap 16:13s; 20:3)

c.) Destruir – (Lc 8:12 (tirar a Palavra); I Pe 5:8; Ap 12:13-17)

d.) Habitação: “possessão demoníaca” não comunica bem o conceito do gg. daimonizomenos (Mt 15:22) = “endemoninhado”, que é um estado de passividade humana causada pelos demônios; o controle de alguma forma dum demônio (cf. Mt 12:22-28, 43-45)

e.) Especificamente contra os cristãos: tenta-os a mentir (At 5:3); à imoralidade (1 Co 7:5); semeia o joio para enganar e atrapalhar (Mt 13:38s; 1 Ts 2:18); perseguição (Ap 2:10); difamação e calúnia (Ap 12:10); cria problemas físicos (2 Co 12:7-10)

Qual a diferença entre Opressão Satânica e Possessão Demoníaca?:

Possessão é Demoníaca e Opressão é Satânica:

Na Possessão a vítima é dominada pelo demônio, corpo, alma e espírito. O crente que estiver andando com Deus em fé e obediência não pode ser possuído de um espírito demoníaco, cf: (Ap 3:20; Rm 12:1;2; II Co 5:17; Jo 3:3-5; Ef 1:13-14; Jo 14:23-30; Jo 14:16; II Co 2:16: 12-13; 1 Co 3:16-18; 1 Co 6:19-20; Rm 8:9-10; 1 Jo 5:19; Jo 14:30).

Opressão – todos os cristão são alvos de Satanás para cairmos numa vida de pecado, por isso muitos cristãos podem sofrer, cf. (E 6:13; Tg 4:7)

Obsessão demoníaca – é um ataque mais intenso de ataque demoníaco (II Co 12:7-10)

II – QUEM É O VENCEDOR? O poder do Sangue de Cristo

A.) O que Cristo fez na cruz: 17 cumprimentos

“Porque Jesus Cristo é Deus e homem, a Sua morte na cruz tem valor infinito para todos que crêem” (F.Schaeffer)

1. Substituição: Ele morreu no nosso lugar (Lv 1:4; Mt 20:28; Tm 5:6-8; 2 Co 5:15-21; 1 Pe 3:18)

2. Redenção: pagou o preço para libertar-nos (At 20:28; Rm 3:24; Ef 1:7; 1 Pe 1:18-19)

3. Propiciação: satisfez a ira santa de Deus contra os pecados (Rm 3:25; Hb 2:17; 1 Jo 2:2)

4. Reconciliação: o homem pode ser amigo de Deus (Rm 5:10,11; 2 Co 5:18-21; Ef 1:10; 2:16)

5. Justificação: a justiça de Cristo é imputada a nós (At 13:39; Rm 3:19-26; 5:9; 8:30,31; 2 Co 5:21; Ef 1:4)

6. Base do perdão dos pecados antes da cruz (Rm 3:25; Hb 9:15; 10:1-14)

7. O fim da lei Mosaica; agora há “a lei de Cristo”, a lei do Espírito. Rm 3:19-28; 6:14; 8:2-4; 10:4; 13:8s; 2 Co 3:6-17: Gl 3:19-25; Fp 3:3; Cl 2:14; I Jo 3:23)

8. Base da adoção como filhos e herdeiros maduros – Rm 8:14-17; Gl 3:23-26; 4:1-7.

9. Base da obra do Espírito Santo em nós – Jo 3:1-7; 16:8-11; I Co 12:13; Ef 1:13-14; 4:30; 5:18)

10. Base da santificação – posicional e experimental – I Co 1:2; 6:11; Ef 5:26-27; I Ts 4:3; I Pe 1:15-16.

11. O juízo da natureza pecaminosa: quebrou o poder controlador do pecado; podemos viver vidas que agradam a Deus. Rm 6:1-14; Gl 5:13-25.

12. Base do perdão dos pecados do crente: filhos que caem da comunhão com Deus devido ao pecado. Rm 8:1s; I Jo 1:7; 2:2.

13. Jesus é o primogênito do processo da morte, ressurreição, ascensão e glorificação que nós seguiremos (I Co 15:12-23; Cl 1:18; I Ts 4:13-17: Hb 2:9-15; I Jo 3:1,2.)

14. Base da redenção da natureza. Rm 8:18-22; Is 65:17-25; Ap 21:1s.

15. Base da purificação das coisas no céu – Hb 9:22-24 (cf. 8:1-5; 9:11)

16. A cruz é a base do juízo dos incrédulos – o dom da salvação rejeitado – Jo 16:8-11, cf. Jo 3:14-18,36; 2 Ts 1:6-11; Ap 20:11-15.

17. Na cruz, o pecado, a morte e Satanás foram vencidos:

a..) o pecado – I Jo 5:18-19; cf. n.11 acima

b..) a morte – Jo 5:24-27; I Co 15:55-57; Hb 2:14-15; Ap 20:14

c..) Satanás e os demônios – Jo 12:31-33; Hb 2:14,15; Ap 20:10

B. Os Juízos de Satanás e seus anjos:

1.. Satanás e os anjos perderam sua posição no céu (Ez 28:16)

2.. Ele foi julgado profeticamente no jardim do Éden (Gn 3:16)

3.. Cristo veio a primeira vez para destruir as obras do maligno. (I Jo 3:8; 5:18; Cl 2:14,15)

4.. Quando Cristo voltar, Satanás receberá um castigo temporário dum mil anos no abismo (Ap 20:1-3)

5.. No fim do milênio, no juízo final, Satanás e os seus anjos serão lançados no lago de fogo e enxofre para eternidade. (Ap 20:10)

III – COMO DEVEMOS LUTAR?

Três passos à vitória

A. Observações Iniciais:

1.. Satanás é feroz: “A razão pela qual muitos cristãos falham por toda vida é esta: eles sub-estimam o poder do inimigo. Temos um inimigo terrível com quem temos que lutar. Não deixa Satanás nos enganar. Pois assim estaremos mortos! Isto é guerra. Quase tudo que nos rodeia (neste mundo) nos desvia de Deus. Não saltamos do Egito ao trono de Deus num pulo só. Há um deserto, uma viagem, e há inimigos na terra.” (D.L.Moody, cf. I Pe 5:8)

2.. Satanás é finito: não é onipotente, onipresente ou onisciente. Geralmente, no sentido direto, o diabo e os seus demônios não nos tentam diariamente. Claro, o mundo está controlado espiritual e moralmente por satanás. Mas tentação vem principalmente da nossa própria carne: cobiça, orgulho, concupiscência, falta de auto-controle, etc. (Tg 1:13-16; 4:1-8)

3.. Satanás e os demônios são limitados por Deus. O Senhor os permitem ser ativos, mas a graça que restrita não deixa-os fazem tudo que quiserem (Jó 1:6 , 2:7; Lc 22:31; 2 Co 12:7-9). Em qualquer situação. “… Deus é fiel, e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças… (mas) com a tentação vos proverá livramento…” (I Co 10:13). Cristo, nosso Sumo-Sacerdote, constantemente intercede por nós — Jo 17:15; Hb 7:25: I Jo 2:1-2.

Passo Um: Pureza

1.. Cristo adquiriu nossa pureza na cruz. Apesar de falhas nas nossas vidas – das quais satanás gosta de nos acusar (Zc 3:1-5; Ap 12:10) – somos posicionalmente puros, vestidos na justiça de Jesus Cristo. Satanás não pode tocar nossa salvação, nem nos separar do amor de Deus (Rm 8:38,39); temos uma posição de aceitação e autoridade em Jesus Cristo. (Rm 8:1; Ef 1:6)

2.. Mas devemos buscar a santidade, experimentalmente realizando Sua chamada alta. O pecado na vida nos destrói, abrindo a porta para opressão.

a.. Seja santificado pela Palavra – Jo 17:17: 2 Tm 3:16

b.. Confessar e renunciar tudo na nossa vida contra Deus – Ef 4:27; I Ts 4:3 cf. Êx 20:4-6.

c.. Nada disponhais para a carne – Rm 13:12-14

d.. Chegai-vos a Deus – Tg 4:8

Passo dois: As armas de Deus

1.. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, cada peça tem propósito para lutar, e sugere como satanás ataca.

a.. o largo cinto da verdade

b.. a couraça da justiça

c.. calçai os pés com a preparação do evangelho

d.. o escudo da fé

e.. o capacete da salvação

2. A espada do Espírito = a Palavra de Deus (Mt 4:4)

3. O poder conquistador da oração:

a.. no nome de Jesus – Jo 14:13,14′; 15:7;16; 16:23-27

b.. com consciência pura – Tg 4:2,3; 5:16; I Jo 3:21s.

c.. poder do Espírito Santo – Rm 8:26s; Ef 6:18; Jd 20s

d.. com fé – Hb 11:1-6; Mc 11:22-24; Tg 1:5-8; 5:14,15

e.. com perseverança – Ef 6:18; Cl 4:2; Lc 11:5-10

f.. às vezes com jejum – At 13:2-3; 14:23; Mc 9:29

Passo três: Como Vencer Satanás e os demônios

1.. Seja sempre sóbrio e vigilante – 1 Pe 5:8-9a

2.. Quando você confrontar a presença satânica, não seja tolo. Tome cuidado – Jd 9; 2 Pe 2:10s; At 19:12-17

3.. Reconheça a sua autoridade em Jesus Cristo – Lc 9:1; 10:1-20; At 5:16; 8:7; 16:16-18; I Jo 4:4; Mc 16:17.

4.. Também; os demônios crêem e tremem – Tg 2:19

5.. Imediatamente, no nome de Jesus, peça que o Senhor quebre os poderes de Satanás e os demônios e limpe a situação. Lembre-se que o Sangue de Cristo é a prova que Satanás foi conquistado na cruz, e que o seu juízo foi selado.

6. Em casos graves, ache outros irmãos logo que possível. Junte-se com eles para orar e resistir ao maligno. Não tente exorcizar ou confrontar sozinho um demônio, exceto quando é difícil de achar ajuda. Nos casos de habitação demoníaca, seria sábio em procurar líderes cristãos que tem experiência nisso. Entretanto, você, bem preparado, pode exorcizar sozinho.

7. “Sujeitai-vos pois à Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”(Tg 4:7)

“Eles, pois o ( Acusador ) venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram, e mesmo em face de morte, não amaram a própria vida”. (Ap 12:11)